atrose

Entenda por que a artrose também surge em jovens

Quando se fala em artrose, a degeneração é logo associada aos idosos. Realmente, essa é uma doença que atinge principalmente indivíduos acima dos 60 anos. O motivo é que o distúrbio é causado pelo desgaste das cartilagens presentes nas articulações, como joelhos e quadris.

Tais desgastes ocorrem mais comumente com o avanço da idade, ou devido a fatores ligados à genética. Mais recentemente, com as mudanças sociais e econômicas ao redor do mundo, temos observado a artrose em um novo público: jovens e até mesmo crianças.

Vamos explicar, neste artigo, o que tem causado a artrose nos jovens. Continue lendo para saber mais!

O que é artrose?

Antes, é preciso compreender o que é essa alteração. A artrose também tem outros nomes: osteoartrose e osteoartrite, além das variações de acordo com a sua localização, como é o caso da gonartrose, que acomete os joelhos.

A doença é a principal causa de dores crônicas nas articulações, podendo impactar negativamente a qualidade de vida do paciente. O principal local atingido é o joelho, causando graves problemas de locomoção, como subir escadas, caminhar ou permanecer de pé por longos períodos. Mãos, coluna e quadris são outros locais afetados.

Além da dor, outros sintomas provocados pela artrose são inchaço na articulação afetada, barulho nas juntas e deformidade, causada pelo contato entre os ossos, devido ao desgaste da cartilagem.

A função da cartilagem é diminuir o impacto entre os ossos durante os movimentos. Com a degeneração dessa estrutura, os ossos sofrem impacto direto, causando inchaço nas juntas, dor e deformidades.

Causas da artrose na juventude

O desgaste das cartilagens característico da artrose pode ocorrer devido à sobrecarga da articulação, provocada por esforço excessivo e repetitivo, maus hábitos, como carregar excesso de peso, etc. Alterações hormonais, como as causadas pela menopausa, configuram outro fator para a ocorrência do problema. Isso explica, inclusive, o motivo de as mulheres serem as mais atingidas pela artrose na terceira idade.

Deformidades nas estruturas ósseas, como o joelho torto (valgo ou varo) contribuem para o desenvolvimento da doença. Por último, o uso de determinados medicamentos, além da falta de exercícios físicos, contribui para o desenvolvimento do problema.

No entanto, esses fatores são os que costumam causar a artrose em pessoas acima dos 50 anos. Nos mais jovens, as causas se diferenciam, como veremos a seguir.

Um dos primeiros fatores para o desenvolvimento da degeneração em jovens é a realização de esportes de alto impacto, como corridas de percursos acima dos 50 km por semana. Outras atividades esportivas, como o futebol profissional, também geram grande impacto e desgaste do joelho, por exemplo.

Outros motivos para o desenvolvimento da doença abaixo dos 50 anos são:

  • excesso de traumatismos nas articulações;
  • acidentes de trânsito;
  • hemofilia;
  • reumatismo;
  • sedentarismo;
  • levantamento excessivo de peso em academia;
  • obesidade.

Os dois últimos fatores são os mais preocupantes, uma vez que os jovens estão iniciando cada vez mais cedo a realização de treinos em academias. O objetivo de terem corpos torneados de forma rápida faz com que muitos deles realizem o aumento de cargas em aparelhos de musculação de forma autônoma e sem orientação. Por isso, o desgaste das cartilagens é acelerado.

Na outra ponta, temos aqueles que consomem alimentos industrializados, pouco nutritivos e ricos em gorduras saturadas. A obesidade prejudica os membros inferiores em sua totalidade, uma vez que os joelhos e as pernas têm que suportar peso inadequado, causando a degeneração das articulações mais cedo.

Para prevenir que essa disfunção ocorra de forma precoce, é preciso ter atenção com o excesso de peso, manter hábitos alimentares mais saudáveis e a prática de exercícios físicos regulares, sempre com a orientação de um profissional. Caso o objetivo seja o ganho de massa muscular, não é necessário exagerar no levantamento de cargas, já que um nutricionista pode ajudar com a orientação de dietas que contribuam para o ganho de massa magra, sem que seja necessário sobrecarregar os músculos e as articulações nas academias.

Aqueles que praticam esportes de alta intensidade precisam ter atenção redobrada e o auxílio de médicos especialistas em ortopedia esportiva, para que as funções do corpo não sejam prejudicadas pela artrose precoce.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe